Quinta-feira, 22 de Julho de 2010

ALFAIATES - MONUMENTOS NACIONAIS

Em Alfaiares havia uma grande peça de artilharia ou canhão,  que, desde criança, eu me habituei a ver no Terreiro do Mercado, perto do Castelo.

Mas um dia, o presidente da Cãmara da Guarda lembrou-se de a desviar, sem ai, nem ui, para um museu da Guarda, onde ainda hoje se encontra.

Imaginem um buraco de uns cinco metros de comprido com uma abertura circular na boca de entradae de  meio metro de diâmetro, por 30 centímetros na extremidade. Esse buraco todo revestido a ferro forjado ou lá o que seja e a vomitar fogo pelo buraco! Uma relíquia que desapareceu do Terreiro do Mercado, era eu ainde novo, já lá vão muitos anos. mas guardo na memória essa memorável peça ou relíquia, como se a visse hoje. Mais um rapinanço , meus senhores!

Daí as quadras sobre os Monumentos Nacionais com uma pergunta pertinente repetida e o grito final. 

Ora leiam:

 

Alfaiates, vila erguida,

de glórias e de tormentos,

tens a tua idade esculpida

nos teus velhos MONUMENTOS.

 

- E A PEÇA DE ARTILHARIA?

 

Em questões de patriotismo,

mostraste sempre desvelo;

para prova do heroísmo,

tens o teu velho CASTELO.

 

- E A PEÇA DE ARTILHARIA?

 

Deste cartas e sobejas

de amor, paz, bem e concórdia;

sobressai, entre as Igrejas,

a IGREJA DA MISERICÓRDIA.

 

- E A PEÇA DE ARTILHARIA?

 

P’ra punir os criminosos

S´o havia um caminho:

para jovens e idosos,

Havia o alto PELOURINHO.

 

- E A PAEÇA DE ARTILHARIA?

 

Para honrar a Virgem-Mãe,

vinha gente de toda a parte;

Dispenseira de paz e bem,

É o SANTUÁRIO DA SACAPARTE.

 

- E A PEÇA DE ARTILHARIA?

 

O trabalho sério e honrado

Fez sempre esta gente feliz;

aos domingos abençoado

no altar da IGREJA MATRIZ.

 

- E A PEÇA DE ARTILHARIA? 

 

Os reis sempre confiaram

nestes grandes valentões;

vigilantes, se escudaram

atrás dos altos TORREÕES.

 

- E A PEÇA DE ARTILHARIA? 

 

A coragem tens escrita

na fugida das gentalhas;

gente tua i’miga grita,

a fugir das tuas MURALHAS.

 

- E A PEÇA DE ARTILHARIA?

 

Da inteireza do Património

já a Vila se não ufana:

foi por um gesto gratuito, erróneo,

destruída a PONTE ROMANA.

 

- E A PEÇA DE ARTILHARIA?

 

- EIS QUE A RESPOSTA JÁ TARDA!

 SEM SE SABER A RAZÃO! 

 QUEM ACODE? Ó DA GUARDA!

 AGARRA, QUE É LADRÃO!

*

publicado por argon às 17:59
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. ALFAIATES FECHA A SUA ESC...

. OFERTA DE LIVROS

. O SOITO (SABUGAL) PROMOVI...

. ALFAIATES - MONUMENTOS NA...

. ...

. A ESTRADA MAIS BEM SINALI...

. USOS E COSTUMES ANTIGOS E...

. ALFAIATES

. UM BLOGUE PARA ALFAIATES

. teste

.arquivos

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

.favorito

. QUERO SER UMA TELEVISÃO

. O ANDARILHO VAGAMUNDO

. BODAS DE OURO MATRIMONIAI...

. A GUERRA MODERNA POR OUTR...

. DEUS, SUA VIDA, SUA OBRA

. UM CONTRASTE CIONTRASTANT...

. FALEMOS DE LIVROS

. TENHO UMA PALAVRA A DIZER

. AS CINQUENTA MEDIDAS - UM...

. O SÍTIO ATÉ ERA LINDO...

blogs SAPO

.subscrever feeds